segunda-feira, 2 de agosto de 2010

formas inesperadas


formas inesperadas

a felicidade
assume várias formas inesperadas

a minha
assume apenas uma

a de um poema completo
terminado

um poema
que me diga
o que eu não consigo dizer

4 comentários:

  1. De nada, mas se não te importares, tenciono como voltar! Nota-se?!

    ResponderEliminar
  2. Nem precisas de pedir permissão. :)

    Também já dei uma vista de olhos pelo teu.

    ResponderEliminar